btnHelp



É preciso combater ataques aos direitos trabalhistas, diz António Garcia Pereira

Sob uma cobertura ideológica, que se diz "nova" e "progressiva", vivemos tempos de profundo ataque aos direitos trabalhistas e também aos direitos sociais e políticos. O que se pretende com essa nova roupagem é a implantação de políticas de décadas e séculos atrás.

A conclusão é do professor português António Garcia Pereira, que participou da abertura do XV Congresso da Associação Luso-Brasileira de Juristas do Trabalho, que aconteceu em Belém nos dias 11 e 12 de abril.

"Estamos assim perante uma crise, não meramente econômica, mas política, de um sistema político de exploração e opressão que procura, com todas as forças e por todos os meios, manter-se e impor-se, buscando apresentar-se como inevitável, inelutável e eterno", afirmou.

Em sua conferência, Pereira falou sobre a "nova" dogmática e o ataque aos direitos trabalhistas. Ao fim, conclamou os presentes a lutarem contra esses ataques. "Vamos, pois, a essa luta, desmascarando a dogmática laboral dos grandes interesses do capital financeiro e defendendo os direitos, a Justiça e a dignidade de quem trabalha!"

Clique aqui para ler a palestra.

 

Conjur, 15 de maio de 2019